segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Exercício 07 - Aniversário do George Américo entre comemorações e reivindicações

Faixa da Igreja Católica em homenagem ao aniversário

Bicicleta fazendo anuncios publicitários do comércio local

A Feira no domingo pela manhã, movimento e fonte de renda




O bairro George Américo completou 22 anos, no ultimo dia 29 de novembro de 2009, surgido a partir de uma invasão de Terras liderada por um homem que leva o nome do bairro a localidade hoje abriga cerca de 2000 moradores, segundo dados da secretária de saúde local.

Ao conversar com alguns moradores percebe-se mais reivindicações que comemorações, pois apesar do bairro ter uma boa infra-estrutura sanitária, e de vias públicas há dois problemas interligados que são a violência e a falta de um local para educar os jovens que moram na localidade.

De acordo a direção do (MUGA) Movimento Unidos do George Américo, o líder comunitário Cosme Castor Lopes, foi convidado pelo grupo, para orientar uma campanha de criação de uma escola de ensino fundamental e médio com cursos profissionalizantes.

Segundo Cosme, as atividades começaram com um projeto encaminhado à secretaria de educação através da DIREC – Diretoria Regional de Educação e Cultura de Feira de Santana, seguido por pedidos de apoio às autoridades políticas que representam a cidade na assembléia legislativa. – “ Fomos aos deputados Colbert, Zé Neto e Sérgio Carneiro e entregamos o projetos a eles e todos prometeram dar apoio a essa campanha” explicou.
Os jovens que estão freqüentando a escola tem que se deslocarem para bairros adjacentes a fim de estudar e quando não há vagas suficientes, a solução é procurar uma escola independente da distancia, mas o problema é que muitas vezes isso não acontece e aí os jovens acabam na marginalidade.

Para o 1° Secretário do MUGA, João Luciano, a comunidade solicitou a escola desde o governo passado e não obtiveram nenhuma resposta, ele acredita que as autoridades não consideraram o caso prioridade.
Luciano continua dizendo que há seis meses está re-trabalhando intensamente no projeto da escola para o bairro, pela necessidade de retomar as atividades e unir forças. “ Esperamos que o governo veja com bons olhos, faça um estudo e não pense duas vezes implante a escola aqui no bairro que a comunidade tá olho, tá querendo” – desbafa.

O Secretário completa que o movimento não vai parar por aí e vai batalhar, por melhorias na saúde, segurança pública, entre outras áreas, pois, a preocupação do grupo é conscientizar os moradores do bairro e ir à luta. E finaliza dizendo que em mais um aniversário apesar das dificuldades tem superado as barreiras. “ Acima de tudo temos esperança de dias melhores, um povo que não se cansa, que veste a camisa que luta, que trabalha então, força vamos à luta, o sonho não acabou e nuca acabará.” Encerrou emocionado.

3 comentários:

  1. Oi Emerson,
    Não comentei nenhum post teu até agora, o que é uma falha minha grave. Mas vou tentar corrigir-me agora.
    1) Post sobre aniversário do bairro. O exercício está dentro daquilo que foi pedido. Minhas unicas observações tem a ver com duas fotos. A da bicicleta não estg´amal como fotografia, mas ela pede som já que ilustra uma propaganda sonora. Ai temos que privilegiar tudo aquilo que a imagem pede. Se a foto foi com uma camera digital, muitas delas podem filmar também . Era a ocasião para explorar este potencial da camera. Estamos na era da multimidia e, sempre que pudermos, devemos tentar usar audio e video.
    2) Exercicio edição de fotos - o material está ótimo mas teu trabalho sairia ainda mais valorizado se você tivesse publicado o original, assim a gente poderia ver tudo o que você procurou fazer.
    3) Exercicio buscadores - O objetivo do exercício era recolher as experiências pessoais de cada aluno, para poder identificar quais as grandes dificuldades e também quais as vantagens mais valorizadas pelo grupo. Você tem razão, os sistemas apresentam padrões diferentes de classificação. QUase todos eles usam o mesmo banco de indexação de páginas, mas selecionam de forma diferente.
    Um abração
    Castilho

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante esse post sobre o George Américo. Muito bem Emerson. Seu blog é 10. Bjos

    ResponderExcluir
  3. É com muito prazer, venho a esse blog deixar meu comentário a respeito desse bairro que fui uns dos primeiro a chegar no local no dia da invasão, ná época eu tinha 10 anos eu estava acompanhado junto com meus pais, onde ali conseguimos dois terrenos, logo com o passar do tempo vendemos por causa da violência que impera este local, peço ao Prefeito que coloque mais policiais no local ou vários posto da policia, não deixe a violência e o tráfico de drogas tomar conta desse lindo bairro de guerreiros, hoje graça a Deus moro nos USA onde estou bem, Feliz aniversario George Américo.

    ResponderExcluir

Há 07 anos, o melhor!