terça-feira, 4 de maio de 2010

Ladrão de Galinhas?



O ministério público já deveria ter tirado essas atrocidades do ar!

É lamentável assistir a hostilização de pessoas atingidas por momentos de fraqueza e necessidade extrema, enquanto nosso país insiste em exaltar os grandes ladrões da nação, que estão nos roubando agora milhões e investindo em paraísos fiscais. E este tipo de "programa" faz sensacionalismo porque isso não é jornalismo. Não defendemos o roubo de forma nenhuma, mas precisamos medir o que é roubo e quais as suas causas reais.
Acredito que se pessoas como essa que acaba de ser humilhada diante de câmeras tivesse oportunidade de emprego e renda, não chegaria a este estado de vergonha para todos nós. Somos todos culpado quando assistimos isso pacificamente achando normal. Tais situações poderiam ser evitadas se o dinheiro que foi, está indo e provavelmente irá ser roubado dos cofres públicos fosse para investir em educação, cultura, emprego, profissionalização, saúde, e com isso não precisaríamos investir em cadeias, presídios, fortalezas de segurança máxima. Pois investir em segurança pública não é só prender, não é só contratar meio mundo de policiais em todas as esferas não é só armar-se cada vez mais. Segurança pública é também ataender às questões sociais que impeçam a necessidade de se gerar violência e necessidades extremas.

Para o analista de sistemas Danilo Sampaio, Essa é de doer. Um cidadão pobre com duas filhas e com fome, chamado de "Ladrão de galinhas" é preso e ridicularizado por saquear um frango congelado para se alimentar e o safado, ladrão, agente do diabo “Mão branca” e “Bocão” estão se promovendo com as mazelas sociais... “Essa eu fiquei muito retado mesmo,” finalizou indignado em seu e-mail à nossa redação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Há 07 anos, o melhor!